O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2018 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

28 maio 2012

A hipótese do duplo poder (5)

O quinto número da série, baseada num trabalho do jornal "O País", versão digital, conferível aqui.
Termino o ponto 1 do sumário proposto aqui.
1. Breve história do conceito. Escrevi no número anterior que, abolido o czarismo na Rússia em 1917, surgiram dois poderes em despique: o poder do governo provisório formado por membros da oposição burguesa liberal e de várias correntes socialistas reformistas e o poder revolucionário dos sovietes. Este iria destruir aquele. E deixei esta pergunta: tem Moçambique algo a ver com esse duplo poder? A minha resposta, a iniciar no próximo número, é esta: tem a ver com a possibilidade futura de um duplo poder mas de génese e configuração distintas.
(continua)
Adenda às 5:37: leia a versão digital do "Notícias" de hoje, aqui.

4 Comments:

Blogger nachingweya said...

Começo a desconfiar que no mais privado de si mesmo, o Sr Secretário se vê presidenciável para a República num determinado contexto partidário.
Então não é verdade que uma mão lava a outra?

28/5/12 3:11 da tarde  
Anonymous ricardo said...

Novamente, interpretando as declaracoes de Paunde, dizer que nao encontro nelas para ja uma total contradicao em relacao aos objectivos eleitorais da FRELIMO para 2014, tendo em conta que:

1- Hipotese de revisao constitucional retirando muitos poderes do PR e passando-os para o Governo;

2- Manutencao de Guebuza na conducao da FRELIMO ate a consumacao da vitoria eleitoral que devera acontecer com maior ou menor dificuldades;

3- Escolha de um candidato a PR mais docil aos anseios politicos do Comite Central antes e depois das eleicoes;

4- Hipotese de criacao da figura de Secretario-Geral no Partido FRELIMO para acomodacao deste novel PR e como contra-peso a hegemonia de Guebuza;

4- Passagem de testemunho de Guebuza na FRELIMO logo que a questao eleitoral (e dos seus negocios) estiver resolvida, passando o Secretario-Geral para Presidente da FRELIMO. E alguem da jovem guarda para este cargo de Secretario-Geral. E Guebuza ficaria finalmente com o mesmo estatuto de Chissano, ou entao ficaria com o estatuto de Almeida Santos no PS-Portugal (Presidente Honorario).

No fundo, trata-se da procura de uma formula de consenso de saida do poder + acumulacao primitiva do capital. Guebuza e seus aliados (locais e internacionais) querem garantias absolutas de que nada sera tocado em seu desfavor quando este se for embora. Tipico!

28/5/12 3:38 da tarde  
Blogger Carlos Serra said...

Acontece com frequência eu não conseguir que certos comentários do leitopr Ricardo entrem depois de autorizados.

"ricardo deixou um novo comentário na sua mensagem "A hipótese do duplo poder (5)":

Paunde? Que interessante. A proposito alguem conhece a bibliografia de Filipe Paunde? Acredito que muitos militantes da FRELIMO nunca a tenham lido."

28/5/12 7:01 da tarde  
Blogger Salvador Langa said...

Manter o poder sem parecer manter.

28/5/12 7:28 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home