O blogue "Diário de um sociólogo" foi seleccionado em 2007 e 2008 pelo júri do The Bobs da Deutsche Welle - concurso internacional de weblogs, podcasts e videoblogs - como um dos dez melhores weblogs em português entre 559 concorrentes (2007) e um dos onze melhores entre 400 concorrentes (2008). Entrevista sobre o concurso de 2008 no UOL, AQUI.
Para todas aquelas e todos aqueles que visitarem este diário, os meus votos de um 2018 habitado pelo futuro, pela confiança, pela tranquilidade e pela saúde. Sintam-se bem e regressem sempre a este espaço criado a 18 de Abril de 2006. Abraço índico.
Myspace Layouts

29 outubro 2008

Deviz Simango: homem a abater

Segundo o semanário "Magazine Independente" desta semana, Frelimo e Renamo estão intimamente coligados na luta contra Deviz Simango (na imagem), edil da cidade da Beira. Para Manuel Pereira e Fernando Mbararano, ambos da Renamo, com a prisão de Obedias Simango, vereador do município, chega ao fim o reino das quizumbas (sic). O candidato da Renamo, Manuel Pereira, intitulou Simango de "perigoso cadastrado". Entretanto, na tentativa de barrar a campanha de Deviz, a Renamo interpôs novo recurso no Ministério da Administração Estatal, sexta-feira passada, enquanto fontes do semanário adiantaram que a procuradoria provincial da República poderá ouvir nos próximos dias outras pessoas próximas de Deviz, acusadas do desvio de cinco milhões de meticais do cofres do Estado para a sua campanha pré-eleitoral e de venda de terrenos, não sendo fechada a hipótese de o próprio edil ser ouvido (p. 2).
1.ª adenda às 16:55: não tenho memória, no nosso país, de uma caça política ao homem tão tenaz e impiedosa quanto a que está a ser levada a cabo pelo que o semanário chama, em trabalho de Isaías Natal, "coligação Frelimo/Renamo".
2.ª adenda às 19:04: curiosa a generalização do acrónimo Frelamo, para definir a citada "coligação".

12 Comments:

Blogger micas said...

Se a dita coligação Frelimo/Renamo quer de facto fazer um trabalho em prol do país....deixem Deviz trabalhar! Pelos vistos é isso o que ele melhor sabe fazer pelos Chivevianos.

Força Deviz!

29/10/08 6:28 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Concordo, em parte com a postagem.
Ou seja, o vereador que foi detido, o foi apenas porque faz parte da governação de Daviz? Será que não havia matéria criminal?
E os grandes que foram detidos em Mapto?

Porquê a justiça deve ser diferente pra uns e outros?

Abraços

Amós M.M.

29/10/08 6:48 da tarde  
Anonymous carlos magno said...

hehehehehe ESTES COMÉDIAS DA FRENAMO fazem rir...


estão a perder tempo e a gastar energias com estas palhaçadas.

Acho que deviam se preucupar em ganhar votos apresentando programas alternativos ao Eng.º de chiveve porque estas manobras só afundam mais a FRENAMO.

.

29/10/08 6:50 da tarde  
Anonymous V.I said...

"Se a dita coligação Frelimo/Renamo quer de facto fazer um trabalho em prol do país....deixem Deviz trabalhar!"

Micas,

Acho que este, assim como outros exemplos (tal como o caso do Municipio de Maputo) são suficientes para se concluir que, "fazer um trabalho em prol do país" não faz parte da agenda principal de nenhum dos dois...

V.I

29/10/08 7:05 da tarde  
Blogger Reflectindo said...

Seja como for está provado que por parte da coligacao Frelimo/Renamo, mais conhecida por Frenamo nao há interesse pelo país.

Se for um indivíduo que não lhes faz diferenca, aí cantam ambos que sao democratas e aceitam que todos facam política e eles faziam-nos acreditar porque nunca havia surgido um mocambicano que fosse alterativa da Frelimo e Renamo. Hoje, apareceu o Daviz que nao está a mexer só a Renamo de Afonso Dhlakama mas também a Frelimo.

O editorial do Magazine independente da semana passada prova-nos a regra do jogo no qual quem paga é o erário público.

Até aqui não compreendo de como é possível que a PGR trabalha consoante intrígas bem claras. E porquê a PGR não investiga casos denunciados e que nao deixam sinais de intrigas?

Não devemos nos deixar a ser intimidados. Temos que romper esta linha de ferro.

Desconfio que esta coligacão Frelimo/Renamo esteja a preparar um possível terror e o Tribunal Internacional devia se preparar para não deixar passar crimes contra direitos humanos como no passado.

29/10/08 7:16 da tarde  
Blogger Reflectindo said...

Amós M.M.

Infelizmente, ainda nada ouvimos por parte da PGR em Sofala sobre o que recaí ao vereador como crime. Será que o senhor já tem a versão?

Pelo que tenho lido nos jornais, não vejo mais do que se pode podia considerar um erro, mas que nesse mesmo o tal intriguista, o Arnaldo, devia estar sob investigacão.

Por outro lado, o Chivavisse sob investigacão há seis anos? O Máquina provado pelo Tribunal Administrativo? São alguns exemplos de tantos outros. E o que nos diz o senhor Amós?

29/10/08 7:24 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Só nos falta o manuel pereira cantar durante a campanha o famoso verso da Frel "...Simango reaccionário!..." seria hilariante ver como estes tipos vendem as almas afinal queimaram tantos autocarros para quê? há quem diz que guerra civil não se faz de outra forma, mas eu pergunto qual era o objectivo afinal? se eles mesmos quando avançam dois passos retrocedem quatro?

Abraço
R.Z.

29/10/08 8:02 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Afinal quais são os vossos programas de governação, qual é o vosso plano, o eleitorado só precisa de estar atento para perceber que enquanto um trabalha os outros correm para o Ministerio e tribunais para incriminar quem esta a trabalhar.

Os Beirenses tem em frente um teste de democracia

30/10/08 8:27 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Gostaria de saber se todos os que aqui comentam vão votar no Deviz Simango. Caso não, estão a distrair o candidato. Ele vai pensar que todo este ruído é sinal inequívoco de sua popularidade eleitoral.

Por outro lado, alguns parece defenderem a ideia de que crimes cometidos por dirigentes municipais da Renamo na Beira deviam ser deixados impunes. Provavelmente porque são crimes de revolucionários. A pergunta que se coloca é: porquê roubos em Maputo devem ser penalizados? E porquê roubos na Beira devem ser deixados impunes.

Se se provar que foram roubados 5.000.000 dos cofres do município, os autores, ou seja, os ladrões, terão que ser castigados. De outro modo estaríamos a promover uma justiça politizada. Justiça que é ruidosamente aplaudida quando prende ladrões do lado da FRELIMO. E justiça que se quer amputar quando pretende prender ladrões da Renamo.

Irreflectindo

30/10/08 8:46 da manhã  
Blogger Reflectindo said...

Caro "Irreflectindo"

1. Como se diz, há muitos que se recusam debater usando discursos inconvenientes. Não sou reflectindo para o senhor ser o meu contrário/adversário/antónimo/inimigo... Como pode ver se clicar aqui, esse é o nome do meu blog "Reflectindo sobre Mocambique" pelo qual me identifico automaticamente nos comentários.

2. Desculpe-me, mais uma vez, não vejo razão de os comentários sobre Daviz serem restritos aos que vão votar nele. Se assim fosse, seriam banidos primeiro os contra Daviz Simango. Porém, essa não é uma maneira para debate em assuntos vitais da nossa pátria. Daviz não se distrai em nada como não se distrai pelos seus contras e ele faz muito bem, pois ele deve saber que não se está a discutir sobre Daviz, entanto que indivíduo, mas sobre a sua ideia e postura. Sendo assim, há muitos davizes em todo o território nacional sobre os quais discutimos.

Quanto ao roubo, todo e qualquer que luta pela justica concorda com o senhor "Irreflectindo", entretanto, o sr continua não partilhando as fontes da sua versão. No pior que faz, o senhor fala dum montante e uma alegacão sem descricão como fazem os que já publicaram sobre o assunto. Para mim não é difícil dizer que o senhor "irreflectindo" roubou um bilhão de dolares americanos, mas o mais difícil é eu provar que o sr roubou. A lógica também é importante. Qual é a pessoa com o juizo no lugar que possa acreditar que Daviz Simango tenha tirado dinheiro do município para em caixa distribuir em compra de apoio? O senhor acredita nisso?

O que questiono e questinarei sempre é se sabendo que umas queixinhas têm bases políticas e de ciúmes, a nossa Procuradoria-Geral em Maputo tem que gastar dinheiro para enviar pessoal para Beira. E como ela tem meios, porquê ainda não atacou o caso que até seu dossier foi apresentado ao PR pela Zauria? Aqui trago mais um outro exemplo de casos graves. Espero, que no fim a PGR aja com justica no caso da Beira, porque, pelo que dizem as fontes púlicas, o feitico está virando contra o feiticeiro.

30/10/08 2:15 da tarde  
Anonymous Fátima said...

Caros,
Seja o que for, qualquer queixa deve estar devidamente documentada.
Primeiro, os alegados roubos não são recentes. Fizeram parte de um mandato no qual a Renamo tinha a obrigação de vigiar de forma permanente. Não o fez. Não pôde fazer (não sei o k pôde fazer). Surgem no fim do mandato, acusações que não foram denunciadas em tempo oportuno, por imaturidade ou por conveniência, sei lá. Se a Renamo tem acusações contra o seu Edil, que as faça sozinha, seja forte, não se coligue. Prepare-se. Documente-se. Não quero falar dos Outros. Este Edil é da Renamo. Que esta diga em voz alta, como é que perdeu o controle da situação, e deixou a corrupção acinzentar o seu mandato. Porque ocultou esses acontecimentos? Se o Eng não se recandidatasse, a Renamo iria do mesmo modo denunciar o Eng?
Isto é um jogo para cegos e surdos.
Acreditem, estamos amadurecidos politicamente.

Fátima

30/10/08 3:39 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Caro irreflectindo!
Infelizmente não se pode mudar de cidade e ir votar noutra, mas vontade não falta a muita gente neste vasto moçambique em votar no Deviz, porque Deviz trouxe uma coisa muito importante que já a muito todos esperavamos e não se via nenhuma luz no fundo do túnel, estou a falar em ESPERANÇA meu caro ireflectindo, estou a falar em provar que há melhor alternativa que a Frelimo que há gente capaz de fazer algo, capaz de cumprir com as promessas feitas, o Sr não vê isso? se não vê é ceguinho!...
Até mais

30/10/08 8:24 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home